Stock Car perto de 6 mil ultrapassagens em 2021
20/10/2021 15:50 em TURISMO

Foram exatas 5.951 trocas de posição em nove etapas. Gaetano Di Mauro lidera o ranking

 

A vitória é o objetivo. Mas o momento que mais levanta o público na arquibancada é a ultrapassagem. Então, é bom nem sentar, por que a Stock Car Pro Series tem nos últimos anos superado expectativas. De acordo com um levantamento feito pela Stock Car Systems – divisão de tecnologia da informação da categoria –, nas nove etapas realizadas até aqui os pilotos da Stock protagonizaram 5.951 trocas de posição, ou uma média de 661 por etapa.

O sistema calcula as trocas de posição apenas a cada volta completada – e não as alternâncias ocorridas dentro de uma mesma volta. Ou seja, esse número poderia ser muito maior. “Teremos em breve tecnologia que possibilitará calcular também essas trocas de posição”, diz Fernando Julianelli, CEO da Stock Car. “Mas estamos bem satisfeitos com os índices que temos. Quase seis mil trocas de posição é algo espetacular. E espetáculo é o que a Stock dá toda vez que entra na pista”, completa o executivo.

 

Líder do ranking – Pesa muito nessas estatísticas quem costuma fazer grandes corridas de recuperação, saindo do fundo do grid para tentar alcançar o pelotão da frente. E nesse quesito Gaetano Di Mauro, um dos destaques da nova geração, é das principais feras da categoria. Até o momento, Gaetano soma 271 ultrapassagens dentro do critério adotado – com uma média de 30 conquistas de posição por prova. O segundo lugar, com 267 ultrapassagens, é do experiente Denis Navarro, piloto que também tem chamado a atenção por suas provas de recuperação.

Posições conquistadas pelo trabalho das equipes nas paradas de box também estão computadas pelo sistema. Outro fator decisivo foram as corridas em anel externo realizadas em Curitiba e Goiânia, um formato que favorece as constantes trocas de posição.

Mas são as corridas de recuperação que estão fazendo a diferença. Por isso, os líderes do campeonato não aparecem tão bem nesse ranking – justamente pela regularidade de conseguirem largar e se manter sempre entre os primeiros. Gabriel Casagrande, líder da tabela e também destaque entre os pilotos mais jovens, está apenas no 15º lugar, com (nada desprezíveis) 182 ultrapassagens. O vice-líder Daniel Serra está em 11º (202). Entre os com chances reais de título, Ricardo Zonta, sexto colocado na pontuação, é o que aparece melhor no ranking de ultrapassagens: o ex-piloto de Fórmula 1 é o quinto colocado, com 228 posições ganhas.

Confira abaixo os quinze melhores colocados no ranking e a programação da Stock Car no Velocitta, onde a categoria disputa no próximo domingo a décima etapa:

 

Ranking de ultrapassagens após 9 etapas:

1º - Gaetano Di Mauro,  271

2º - Denis Navarro, 267

3º - Guilherme Salas, 246

4º - Pedro Cardoso, 235

5º - Ricardo Zonta, 228

6º - Rafael Suzuki, 215

7º - Lucas Foresti, 210

8º - Átila Abreu, 209

9º - Felipe Massa, 207

10º - Julio Campos, 205

11º - Daniel Serra, 202

12º - Tuca Antoniazzi, 193

13º - Cacá Bueno, 191

14º - Guga Lima, 187

15º - Gabriel Casagrande, 182

 

 

Programação da 10ª etapa, Velocitta

Sábado, 23 de outubro

8h00 - 8h10 - Stock Light – shakedown

8h20 - 8h30 - Stock Car – shakedown

8h45 - 9h50 - Stock Light - treino livre 1

10h00 - 11h05 - Stock Car - treino livre 1

11h15 - 12h20 - Stock Light - treino livre 2

12h30 - 13h35 - Stock Car - treino livre 2

14h00 - 14h20 - Stock Light – classificação

15h00 - 15h45 - Stock Car – classificação

16h18 - Stock Light - corrida 1 (30min + 1 volta)

 

Domingo, 24 de outubro

13h10 - Stock Car - corrida 1 (30min + 1 volta)

13h48 - Stock Car - corrida 2 (30min + 1 volta)

15h43 - Stock Light - corrida 2 (30min + 1 volta)

 

Jornalistas responsáveis: Rodolpho Siqueira / Bruno Vicaria / Leonardo Marson

Imagem: Duda Bairros

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!