Voltar Página Inicial

Daniel Serra e João Paulo Oliveira vencem a Corrida de Duplas da Stock Car em Interlagos
10/03/2018 - 19h29 em Stock Car

Atual campeão soube usar boa estratégia para vencer a primeira da temporada; Rubens Barrichello/Filipe Albuquerque terminaram em segundo, com Ricardo Maurício/Felipe Nasr em terceiro

 

A Corrida de Duplas, prova que abre a temporada 2018 da Stock Car, foi realizada neste sábado (10) no autódromo de Interlagos, em São Paulo. O par formado por Daniel Serra e João Paulo Oliveira, da Eurofarma RC, foi o grande vencedor de um evento repleto de disputas, ultrapassagens e também da presença da chuva aumentando o suspense logo no início da corrida. Rubens Barrichello e o português Filipe Albuquerque, da Full Time Sports, terminaram em segundo, com Ricardo Mauricio e Felipe Nasr, também da Full Time, completando os três degraus do pódio depois da punição aplicada a Cesar Ramos e Kelvin Van Der Linde, da Blau Motorsport, por terem realizado o pit stop durante o procedimento de safety car.

O tempo fechou e a chuva começou a cair com alguma força, e caprichosamente, no mesmo momento em que os carros saíram para a volta de apresentação. A direção de prova interrompeu o giro de aquecimento com bandeira vermelha para que todos os carros fossem calçados com os Pirelli de chuva.

Depois de alguns minutos, os carros saíram à pista escoltando o carro de segurança. A bandeira verde para o início de fato da Corrida de Duplas veio, em definitivo, na abertura da terceira volta. Em segundo no grid, Lucas di Grassi se perdeu na trajetória e acabou rodando em plena reta dos boxes. O paulista da Hero Motorsport conseguiu voltar à pista e foi até os boxes para reparos em seu carro, mas não teve outra opção a não ser abandonar a disputa. Segundo Lucas, o desembaçador do carro havia parado de funcionar, o mesmo tendo acontecido com o limpador do para-brisas, tornando impossível de o piloto enxergar com a quantidade de água levantada pelos carros em alta velocidade na pista.

João Paulo Oliveira manteve-se à frente, seguido por Cesar Ramos, que fez excelente largada de sexto para segundo. Filipe Albuquerque se manteve em terceiro – os três andando juntos e de desgarrando do restante do pelotão.

Ramos passou a pressionar Oliveira a partir da quinta volta e conseguiu a ultrapassagem na freada para o S do Senna no giro seguinte. O piloto da Blau Motorsport assumiu a liderança e no final da reta oposta foi a vez do português parceiro de Rubens Barrichello passar o carro da Eurofarma e tomar o segundo lugar.



Quarto colocado, Felipe Fraga “esparramou” demais na saída da Curva do Lago e perdeu a posição para Ricardo Zonta – e também passou a ser pressionado pelo suíço Nico Mueller, convidado por Thiago Camilo, e cedeu ao piloto da Ipiranga na curva do Pinheirinho. Fraga deu o troco na volta seguinte ao final da reta oposta, e Zonta já estava no encalço do carro de João Paulo Oliveira lutando pela terceira posição.

O piloto da Shell V-Power passou na volta 12, e aí foi a vez do pole position da Eurofarma sofrer pressão de Cacá Bueno pelo quarto lugar. O pentacampeão da Stock Car, que trouxe Felipe Massa para a prova, fez bela ultrapassagem no S do Senna na abertura da 13ª volta.

Ricardo Zonta vinha se destacando e passou Filipe Albuquerque pelo segundo lugar na freada do Pinheirinho. Nico Muller teve o pneu furado em plena reta dos boxes na volta 14. Os detritos na pista forçaram a entrada do carro de segurança – exatamente na abertura da janela de pit stops para abastecimento, troca de pneus e de piloto. Os dois carros da Ipiranga foram para os boxes no mesmo momento e pelo mesmo problema, já que Bia Figueiredo também teve o pneu traseiro direito furado e a lateral do carro parcialmente destruída – exatamente igual a Mueller.

A estratégia de quem se manteve na pista com o carro de segurança era esperar o melhor momento para colocar os pneus de pista seca, já que a chuva já havia cessado. A bandeira verde veio na abertura do 18º giro. Cacá Bueno assumiu a terceira posição na Junção e no mesmo momento Albuquerque foi para os boxes entregar o carro a Rubens Barrichello. Os pits ficaram agitados com a aproximação do final da janela obrigatória para troca de pilotos e abastecimento.

Nelsinho Piquet rodou na Cura do Lago após contato com o carro de Oliver Jarvis e Antonio Pizzonia, e ficou parado na área de escape, ocasionando a terceira intervenção do safety car.

Melhor para o líder Cesar Ramos, que foi no final da janela para os boxes entregar o carro a Kelvin Van Der Linde – e aproveitou para colocar pneus para pista seca. O sul-africano voltou teoricamente em terceiro, atrás de Laurens Vanthoor, virtual líder com o carro de Ricardo Zonta, e Daniel Serra. Faltavam ainda parar Vitor Genz e Galid Osman, que herdaram a frente com as paradas dos outros competidores.



Com três retardatários à frente, Daniel Serra e Van Der Linde se aproveitaram para ultrapassar Laurens Vanthoor. Rubens Barrichello, teoricamente em quinto, ultrapassou os três concorrentes para assumir o segundo lugar da corrida.

Daniel Serra abriu uma margem confortável sobre Barrichello nos minutos finais da prova, impedindo qualquer ataque o piloto da Full Time Sports. Em 13º, Felipe Massa pressionava o australiano Mark Winterbottom, parceiro de Átila Abreu, dupla que havia largado a antepenúltima posição. O vice-campeão de F1 de 2008, no entanto, não conseguiu a ultrapassagem e passou a sofrer com problemas de motor, recebendo a bandeirada na 13ª colocação.

Na linha de chegada, Daniel Serra recebeu a bandeira quadriculada em primeiro, pouco mais de dois segundos na frente de Rubens Barrichello e seis à frente de Kelvin Van Der Linde. O piloto do carro #29 da Eurofarma, atual campeão da categoria, começa o ano como terminou – na frente – e fez a festa com João Paulo Oliveira, que veio do Japão especialmente para disputar a prova.

A segunda etapa da temporada 2018 da Stock Car acontece no dia 8 de abril em Curitiba (PR). Será a primeira rodada dupla do campeonato.

Resultado Oficial – Corrida de Duplas – Stock Car:
1. 29 D.Serra/J.P.Oliveira (Eurofarma RC) – 31 voltas em 1h02min03s255 (média de 129,1 km/h)

2. 111 R.Barrichello/F.Albuquerque (Full Time Sports) – a 2s214
3. 90 R.Maurício/F.Nasr (Full Time Sports) – a 7s094
4. 10 R.Zonta/L.Vanthoor (Shell V-Power) – a 7s757
5. 65 M.Wilson/F.Giaffone (Eurofarma RC) – a 10s024
6. 80 M.Gomes/P.Derani (Cimed Racing) – a 11s237
7. 18 A.Khodair/A.Hellmeister (Blau Motorsport) – a 12s372
8. 8 R.Suzuki/J.K.Vernay (Hot Car Bardahl) – a 15s232
9. 117 G.Salas/M.Altuna (Hot Car Bardahl) – a 18s014
10. 12 L.Foresti/J.D’Ambrosio (Cimed Racing) – a 20s786
11. 51 A.Abreu/M.Winterbottom (Shell V-Power) – a 22s408
12. 30 C.Ramos/K.V.D.Linde (Blau Motorsport) – a 26s428*
13. 0 C.Bueno/F.Massa (Cimed Racing) – a 28s340
14. 1 A.Pizzonia/O.Jarvis (Prati-Donaduzzi) – a 47s991
15. 9 G.Lima/G.Myasava (Squadra G-Force) – a 1min00s757
16. 77 V.Brito/J.Bleekemolen (Eisenbahn Racing Team) – a 1min18s313
17. 55 S.Jimenez/F.Carbone (Squadra G-Force) – a 1 volta
18. 43 V.Meira/V.Orige (Scuderia Colón) – a 1 volta
19. 25 T.Rocha/R.Matos (Vogel Motorsport) – a 1 volta
20. 5 D.Navarro/F.Girolami (Cavaleiro Sports) – a 1 volta
21. 28 G.Osman/D.Fineschi (Cavaleiro Sports) – a 1 volta
22. 84 T.Marques/F.Croce (Scuderia Colón) – a 1 volta*
23. 46 V.Genz/D.Muffato (Eisenbahn Racing Team) – a 6 voltas
24. 4 J.Campos/J.Green (Prati-Donaduzzi) – a 8 voltas
NÃO COMPLETARAM:
25. 110 F.Lapenna/G.Robe (Cavaleiro Sports) – a 11 voltas

26. 44 B.Baptista/N.Figueiredo (Hero Motorsport) – a 11 voltas
27. 33 N.Piquet/R.Frijns (Texaco Racing) – a 12 voltas
28. 70 D.Nunes/L.Burti (Texaco Racing) – a 13 voltas
29. 21 T.Camilo/N.Mueller (Ipiranga Racing) – a 13 voltas
30. 3 B.Figueiredo/B.Monteiro (Ipiranga Racing) – a 16 voltas
31. 88 F.Fraga/N.Catsburg (Cimed Racing) – a 16 voltas
32. 83 G.Casagrande/C.V.D.Drift (Vogel Motorsport) – a 18 voltas
33. 11 L.Di Grassi/A.Farfus (Hero Motorsport) – a 27 voltas
MELHOR VOLTA: 29 D.Serra/J.P.Oliveira, 1min37s867 (158,5 km/h)
*Penalizados em 20 segundos no tempo total de prova por realizarem parada obrigatória durante procedimento de safety car

Classificação do Campeonato:
1. Daniel Serra, 20 pontos

2. Rubens Barrichello, 17
3. Ricardo Maurício, 14
4. Ricardo Zonta, 12
5. Max Wilson, 10
6. Marcos Gomes, 8
7. Allam Khodair, 6
8. Rafael Suzuki, 5
9. Guilherme Salas, 4
10. Lucas Foresti, 3
11. Átila Abreu, 2
12. Cesar Ramos, 1
13. Cacá Bueno, 0
14. Antonio Pizzonia, 0
15. Guga Lima, 0
16. Valdeno Brito, 0
17. Sérgio Jimenez, 0
18. Vitor Meira, 0
19. Tuka Rocha, 0
20. Denis Navarro, 0
21. Galid Osman, 0
22. Tarso Marques, 0
23. Vitor Genz, 0
24. Julio Campos, 0
25. Felipe Lapenna, 0
26. Bruno Baptista, 0
27. Nelson Piquet Jr., 0
28. Diego Nunes, 0
29. Thiago Camilo, 0
30. Bia Figueiredo, 0
31. Felipe Fraga, 0
32. Gabriel Casagrande, 0
33. Lucas di Grassi, 0



Site oficial:  www.stockcar.com.br


Fonte: Vipcomm Assessoria de Imprensa e Conteúdo
Jornalista responsável: Ricardo Ribeiro/Cleber Bernucci

Foto: Fernanda Freixosa/Duda Bairros

 

Rádio Giga - A Conexão Certa - Motorsport's Lifestyle - 24h No Ar - Desde 2005

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!
Parceiros Giga