Rádio GIGA

Fórmula Inter: No ECPA, em Piracicaba, categoria conheceu seu 1o campeão e um novo vencedor!
01/11/2017 - 20h21 em Fórmula Inter

Gustavo Coelho sagra-se Campeão do Primeiro Ciclo e Pedrinho Aguiar vence pela primeira vez, tudo na F.INTER ECPA 100 num final de semana onde mais uma vez a categoria escreveu uma página de sua história junto a do automobilismo brasileiro.

 

O piloto Gustavo Coelho já de posse do Cinturão de Campeão da Fórmula Inter! Coelho tornou-se o 1o vencedor de todos os tempos na categoria e terá seu nome gravado no cinturão, que agora deverá defender etapa a etapa!

 

O piloto Pedrinho Aguiar vence pela primeira vez Fórmula Inter! Aguiar entra para o seleto grupo de vencedores da categoria, essa vitória coroa sua regularidade e boa performance durante a temporada, pois além de já ter sido pole position e figurar entre os mais rápidos ao término das etapas, a vitória já havia passado raspando por ele algumas vezes.

 

O ECPA foi verdadeiramente um palco digno de um espetáculo nunca antes visto no automobilismo brasileiro, não apenas para quem ama o automobilismo, mas por aqueles que esperam por atrações para toda a família durante final de semana de alegria e entretenimento.

 

 

A F.INTER ECPA 100 foi realizada diante de um público ao redor de 2000 pessoas que compareceram e assistiram a primeira prova com carros de fórmula em oval curto já realizada no Brasil.

 

 

A PROVA 

Em rodada classificatória ao estilo “Indy 500”, onde cada piloto saiu à pista individualmente para tentar sua melhor volta, a "Golden Lap”, o piloto estreante Alex Seid #7 surpreendeu a todos conquistando a primeira posição no grid de largada, com o tempo de 30”599, superando o melhor tempo até então, pertencente ao piloto Gabriel Salomão #42, que era de 30”888 e cabendo a esse a segunda posição. O líder do campeonato, o piloto Gustavo Coelho #4, fez a lição de casa direitinho e conquistou sua posição de largada entre os top-3, com o tempo de 30”970, ótimo para suas pretensões no campeonato.

 

 

No Domingo uma prova eletrizante, que além da velocidade e competitividade entre todos os competidores, trouxe como novidade as paradas obrigatórias de box para simulação de abastecimento (em preparação para as provas de maior duração) e a famosa “Lucky Dog” - regra adotada pela Nascar Americana necessária em provas realizadas em ovais Curtos. 

Com todos esses ingredientes, ao final de 80 voltas, a vitória coube a Pedrinho Aguiar #20, que fazia uma corrida de recuperação, pois a 12 voltas para o término, estava uma volta atrás do líder, Rafael Seibel #19. Tudo parecia definido quando uma bandeira amarela foi acionada - devido à quebra do MG15 de número #12, de Erick Galassi (que perdeu a roda traseira esquerda na pista), - “premiando” Pedrinho com a possibilidade de poder retomar a volta perdida (a regra do Lucky Dog) e assim voltar a disputar a liderança nas últimas voltas, assumindo-a e vencendo pela primeira vez na categoria. 

 

 

Um final eletrizante para uma prova eletrizante, uma prova com formato inédito no Brasil, provando que sim, há espaço para inovação e que todos os pilotos da categoria tem chances de lutar pela tão almejada vitória.

 

O líder do campeonato, piloto Gustavo Coelho #4, finalizou a prova na terceira colocação, o que o permitiu conquistar por antecipação o título de Campeão do Cinturão F.Inter no primeiro ciclo de competições (11 rounds) a ser fechado ainda no dia 17 de Dezembro próximo em Interlagos-SP. 

 

 

Com isso Coelho tornou-se o primeiro piloto na história da categoria a conquistar a posse do Cinturão de Campeão F.Inter, que agora terá que defender com unhas-dentes-borracha-e-Etanol, round à round, durante sua carreira na categoria.

 

O resultado descrito na tabela abaixo não reflete o que realmente representou em termos de competitividade esta prova, já que diversas foram as trocas de líderes, além das dezenas de ultrapassagens entre todos os competidores. 

 

 

Somente três dos pilotos não completaram a prova, foram eles: Marcelo Zebrinha #13, Erick Galassi #12 e Raphael Frossard #11, todos por falhas mecânicas.

O piloto estreante Fernando Rosset #99, teve que abortar sua estreia e participação nessa prova ainda antes dos treinos classificatórios, por motivos de urgência familiar.

 

A F.INTER ECPA 100 marcou também a estreia do fórmula de dois lugares (inédito no Brasil), conduzido pela lenda do automobilismo brasileiro Artur Bragantini, que a partir de agora irá levar a emoção de estar e andar em alta velocidade num F.Inter, até mesmo para quem nunca pensou em pilotar um carro de corridas.

 

 

Fonte: F.Inter

Imagens: Rodrigo Ruiz / F.Inter

Saiba mais acessando: formulainter.com.br

Rádio Giga – a rádio oficial da Fórmula Inter

 

Aqui você revive todas as emoções da F.Inter ECPA 100 nas vozes oficiais da categoria, Alex Cronhal na narração e Ronaldo Arrighi nos comentários (convidado, piloto Daniel Mageste).

  

Rádio Giga – A Conexão Certa – Motorsport’s Lifestyle – 24h No Ar – Desde 2005

COMENTÁRIOS
Parceiros Giga